terça-feira, 11 de novembro de 2014

CRISE

Delegacias estão com investigações paradas por falta de combustível
O diretor de imprensa do Silpolpi, Toni Boson, afirma que na Corregedoria, alguns trabalhos foram cancelados porque os policiais não têm como se locomover ao interior do Estado.

Casos e investigações estão parados nas delegacias de polícia da capital por falta de combustível. Os policiais de plantão confirmam a situação e dizem que as diligências estão suspensa por causa do problema, que vem impedindo o cumprimento de ações de rotina nas delegacias. 


Segundo o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpolpi), o 9º distrito policial (DP), no Mocambinho, 13º DP na Vila da Paz, além da Corregedoria Geral da Polícia Civil também estão sem condições de trabalho.  

O diretor de imprensa do Silpolpi, Toni Boson, afirma que na Corregedoria, alguns trabalhos foram cancelados porque os policiais não têm como se locomover ao interior do Estado. "Sabemos que os trabalhos foram cancelados por dificuldades do abastecimento. E existem informes de que em outras delegacias há racionamento e até mesmo falta".
  
Na semana passada o secretário estadual de administração, João Henrique Sousa confirmou que o abastecimento estava suspenso e que o problema seria solucionado até a última sexta-feira (07). 


Nesta segunda-feira (10), ele esteve reunido com o governador Moraes Sousa Filho e disse que deve apresentar uma proposta para a negociação da dívida com a empresa fornecedora de combustível ainda esta semana. 

Edição: Frank Cardoso (Portal Boca do Povo)
Com informações de Indira Gomes (Tv Cidade Verde)

Um comentário:

FRANCISCO DAS CHAGAS VAL FILHO VAL disse...

OU A REFORMA POLÍTICA ACABA COM A REELEIÇÃO, OU A REELEIÇÃO ACABA COM O BRASIL!